quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Nono Bepe


"...até parece que foi ontem. Meu avô gostava de tocar a sua sanfona no quarto, sozinho. O quarto estava sempre escuro, para ele não fazia diferença pois era cego. Mas tinha um sexto sentido, pois a gente, os meninos, ficava testando este sentido dele: entrávamos totalmente em silêncio no quarto, pé por pé, e tocando a sanfona, concentrado na música, era impossível saber que estava sendo vigiado. Mas de repente parava bruscamente de tocar: - quem está aí? - perguntava em tom elevado demonstrando um misto de preocupação e irritação. Mas nós deixavámos escapulir as gargalhadas e corríamos para fora. Mas nem sempre era assim. Às vezes entrava sozinho no quarto enquanto ele tocava. Queria apreciá-lo tocando a sanfona, mas não adiantava, invariavelmente ele parava e questionava o intruso. Que merda de sentido..."


Texto de Luiz Carlos Chiquetto

6 comentários:

  1. ...traigo
    sangre
    de
    la
    tarde
    herida
    en
    la
    mano
    y
    una
    vela
    de
    mi
    corazón
    para
    invitarte
    y
    darte
    este
    alma
    que
    viene
    para
    compartir
    contigo
    tu
    bello
    blog
    con
    un
    ramillete
    de
    oro
    y
    claveles
    dentro...


    desde mis
    HORAS ROTAS
    Y AULA DE PAZ


    TE SIGO TU BLOG




    CON saludos de la luna al
    reflejarse en el mar de la
    poesía...


    AFECTUOSAMENTE:
    FAMILIA CHIQUETTO


    ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE LOVE STORY, CABALLO, LA CONQUISTA DE AMERICA CRISOL.

    José
    ramón...

    ResponderExcluir
  2. Maurício Chiquetto28 de junho de 2010 14:38

    Boa tarde a todos. Eu sou Maurício Chiquetto, filho de Luiz Antonio Chiquetto, neto de Orlando Chiquetto e Bisneto de José Chiquetto (Nono Bepe). Nesse momento, estou escrevendo essa mensagem da casa do vô Orlando e da Catarina, sua esposa, em Votuporanga-SP. Está presente também, meu pai, Luiz Chiquetto. Hoje, é a primeira vez, que entramos na internet através da casa deles. E para inaugurar, esse foi o primeiro site que Orlando e Catarina, acessaram. Ficamos agradecidos pelas informações e muito comovidos pelos comentários.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Maurício. Fico muito feliz de saber que o tio Lando e a Catarina viram este blog. Um grande abraço a todos!

    ResponderExcluir
  4. Entrei em contato com a neta do tio Anízio (Nizio) Priscila Chiqueto Bernardes ela vai passar os nomes que faltam da familia dele.
    Maria Ap, Chiqueto filho de Pedro Chiqueto

    ResponderExcluir
  5. O nome correto do Nísio é Dionísio Chiqueto e a esposa Delmina Bergamin Chiqueto.

    ResponderExcluir
  6. O nome correto do Nísio é Dionísio Chiqueto e a esposa Delmina Bergamin Chiqueto.

    ResponderExcluir